DIY – Sabonete Artesanal

O primeiro post de DIY a gente nunca esquece né? Espero que não e ainda mais se for para falar de algo que gostamos realmente de fazer.
Nunca contei aqui no blog, mas tenho uma marca de sabonetes artesanais desde meados de 2014, quando me apaixonei por um sabonete de leite de cabra que comprei em Gramado (SC) e que não encontrava aqui no RJ de jeito nenhum. E também nesse mesmo ano, passei a ter alergia a alguns tipos de sabonetes glicerinados vendidos em farmácias. Com isso, resolvi me aventurar a fazer sabonetes. Se ia dar certo ou não, já era outra história, mas queria testar. E, não é que deu certo?? E, com isso, nasceu a Sapone, marca dos meus queridos e mega cheirosos sabonetes.
10336611_816777748333266_1511066141384837611_n
Bem, os primeiros sabonetes eram cheirosos, mas não os mais bonitos. Comprei formas de acetato que encontrei em lojas aqui do Rio mesmo e assim ia indo. O material também comprava onde achava mas sempre optei por matéria-prima de qualidade e que fossem antialérgicas. Não que os primeiros fossem feios, mas não era exatamente como eu queria que ficassem.
Aos poucos, fui pesquisando, aprendendo cada dia mais sobre essa “arte” e chegando onde queria, do jeitinho que eu queria. Achei uma forma de silicone, que não deformava, no formato que eu julgava ideal, escolhi os cheirinhos que eu mais gostava e até fiz uns que eu recebia de encomenda mas que não eram meus preferidos, achei a embalagem que eu achei mais fofa e tal. Enfim, achei o jeitinho ideal que eu queria que a Sapone tivesse.
sapone
Ainda em 2014 participei de 2 feiras de artesanatos e numa delas fui super bem. Muitos elogias surgiram e eu fui ficando cada vez mais animada e com vontade de continuar.
sapone feiras
Nesse mesmo ano, mais especificamente em outubro, sofri um acidente ao descer um escorrega de parquinho infantil, onde rompi os ligamentos dos meus 2 tornozelos e tive que ficar numa cadeira de rodas por 1 mês e por mais muitos meses fazendo fisioterapia, andando de botas Robocop e tal e foram os sabonetes que me deram ânimo no final desse ano. Ficava em casa sem ter muito o que fazer e com isso, os sabonetes ganharam toda minha atenção. Recebi muitas encomendas no natal deste mesmo ano e a Sapone foi ganhando admiradores e clientes fiéis.
Com isso, a marca que até então só tinha sabonetes em barra, ganhou sabonetes líquidos, aromatizadores e embalagens para presentes.
sabone embalagens
E, nos demais anos, já não vendi tanto quanto gostaria pois as pessoas começaram a fcar sem dinheiro por conta da crise, mas ainda recebo muitas encomendas.
E, os sabonetes da Sapone viraram os meus preferidos e nunca mais, desde 2014, que não compro mais nenhum sabonete. Os que uso e são de outras marcas é porque ganho e testo.
E, se vocês gostaram e quiserem saber um pouco mais sobre esse meu DIY que tenho tanto orgulho em fazer, acessa a Sapone no Facebook e no Instagram. E, para encomendas, é só entrar em contato comigo…rsrs.
Mas, para não deixar vocês curiosos, segue a receita de um sabonete em barra glicerinado:

Material:
– 1 kg de glicerida em barra, branca ou transparente
– 30 ml de essência de sua escolha
– 30 ml de extrato glicólico de sua escolha
– 30 ml de lauril
– corante a escolher e na quantidade que achar melhor
Modo de fazer:
Corte a glicerina em cubos e leve ao fogo para derreter em banho-naria. Após derreter tudo, deixe esfriar um pouquinho só, até perceber que se formou uma fina película do líquido.
Depois junte à glicerina derretida todos os outros ingredientes (o lauril, o extrato glicólico e a essência) e misture lentamente. Por último, adicione o corante, aos pouquinhos, meio que de gota em gota até chegar na cor desejada e despeje numa forma de silicone ou acetato de sua escolha. Deixe esfriar por cerca de 24 horas para que o sabonete fique bem durinho e em ponto de desenformar.
Desenforme e voilá! Seus sabonetes estão prontos.

Quem testar, conta aqui depois se conseguiram e mostrem o resultado.

Beijoss,
Karine Dali

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*