Jericoacoara – Como Chegar e onde se hospedar

Ahhhh, que saudades eu tenho de Jericoacoara…… Esse mês de outubro fazem 2 anos em que estive por lá. Lugar que tem um espacinho mais que especial aqui no meu coração. Lugar que eu não dava nada mas que me conquistou com amor à primeira visita. Com isso, vou dividir com vocês aqui um pouquinho da minha experiência por lá em 3 etapas: como chegar, onde comer e o que fazer.

Vamos começar por como chegar e onde se hospedar.

Chegar em Jeri (para os íntimos! rsrs) não é das missões mais simples mas garanto que vale à pena. Eu sou do Rio de Janeiro e fui passar férias em Fortaleza e de lá partiria para Jeri. Peguei um ônibus, desses de turismo, para ir até o vilarejo. A passagem não comprei com muita antecedência não, comprei em Fortaleza mesmo numa pequena agência de viagens e passeios que tem por lá, na av. Beira Mar. O valor atualizado da passagem, hoje em outubro 2019 é de R$ 88,00 e o ônibus é mega confortável e a viagem super tranquila.

Eu e meu marido pegamos o ônibus das 4:30 hs da manhã que assim chegaríamos em Jeri antes do almoço e aproveitaríamos mais o dia. E essa é uma #dicaboa, pois além de pegar menos trânsito na estrada, ainda daria para tirar um cochilo no trajeto de 6 horas de um lugar ao outro.

Na verdade, esse ônibus que pegamos, não vai efetivamente até o vilarejo de Jericoacora, ele vai até Jijoca de Jericoacoara, que é um município da cidade do Ceará. De lá, precisamos pegar um outro transporte, mas essa vez 4×4, pois o próximo trajeto até Jeri seria de 40 min em dunas de areia apenas.

Bem, o que dizer desse trajeto? Posso dizer que foi o trecho de viajem mais incrível que fiz na minha vida nesses meus 40 anos. Imagina um lugar onde você tem certeza de que Deus estava inspirado e caprichou, então é esse!! Além disso, o percurso se torna uma aventura pois é um sobe e desce de dunas com sol à pino e céu azul que deixa qualquer um maravilhado.

Bem, existem outros meios de se chegar à Jeri, mas o transporte 4×4 é mais recomendado e você pode ir com o seu caso tenha um.

Então, bem-vindos à Jericoacora!!

Já ia me esquecendo, para entrar no vilarejo precisa-se pagar uma taxa, que começou a ser cobrada em setembro de 2017, e hoje custa R$ 5,00 por dia (para mais informações você pode acessar o site Jeri.com)

O vilarejo é daquele tipo rústico e cheio de energias boas. Primeiras impressões? Bem, muitas e muito boas e curiosas também. A “cidade” é toda de chão de areia, isso mesmo, areia, logo mulheres, nem pensem em levar sapato de salto alto pra lá. Os únicos calçado possíveis são chinelos, rasteiras e pés descalços. Além do chão ser todo de areia, as lojas e restaurantes, em sua maioria, também são de piso de areia. As lojinhas são fofas, os restaurantes charmosos e pousadas e hotéis encantadores. Mas, falaremos de restaurantes num próximo post.

Nós ficamos hospedados na Pousada Vila Bela Vista, localizado em Nova jeri, que fica cerca de 5 min à pé do centro do vilarejo.

A pousada é linda, aconchegante, romântica e não se espante se você for recepcionado por um cachorro chamado Good Vibe que é super dócil.

Nossa pousada incluía café-da-manhã com omeletes e tapiocas feitas na hora, além de bolinhos, frutas, sucos e por aí vai. A pousada era em estilo chalés, se posso dizer assim, onde tinham pequenos blocos com uns 2 quartos em cada e cada um com sua varandinha separada do outro, com mesinha e rede para relaxar. Um mimo! Super indico e numa próxima oportunidade de ida para lá, me hospedo no mesmo lugar se eu puder.

O atendimento e receptividade dos funcionário nos faz sentir em casa, como amigos e não como simples turistas, o que achei muito agradável.

Bem, Jeri é incrível em todos os sentidos e tenho muitas coisas para contar de lá. Andar por lá me fazia sentir num cenário de novela da Globo, de cidadezinha pequena e pacata mas com tudo mágico. Mas, vou ficando por aqui e deixando vocês com curiosidade para saberem mais.

Mas, vale lembrar que no nosso canal no Youtube tem uma playlist com 4 vlogs para vocês conhecerem mais um pouquinho desse lugar e ver o que aprontamos por lá.

Bjss,

Karine Dali

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *